2

AS 3 DIMENSÕES ESSENCIAIS DO LÍDER

Download PDF

Um LÍDER DE VERDADE precisa ter equilibradamente 3 dimensões essenciais: dimensões GESTORA, EDUCADORA e TRANSFORMADORA.

Um LÍDER, em qualquer nível na empresa, deve saber equilibrar essas 3 dimensões de forma a que suas competências se desenvolvam não privilegiando uma em detrimento de outra.

Dimensão GESTORA – relacionada à capacidade de obter resultados específicos de sua área de competência, por meio de aplicações de conhecimentos de administração e gestão.

Dimensão EDUCADORA – relacionada à capacidade de liderança da equipe, criando ambiente produtivo e motivador por meio de processos contínuos   de educação, desenvolvimento e treinamento .

Dimensão TRANSFORMADORA – relacionada à capacidade de influenciar o ambiente interno e externo da organização, visando a transformá-los continuamente.

DIMENSÃO GESTORA

Evidente que um LÍDER lidera uma equipe visando a obter resultados.Estabelece com o time objetivos e metas e planeja meios de se concretizarem em determinado espaço de tempo e em sintonia com macro objetivos da empresa e da área onde se insere sua equipe.

Aqui duas observações que parecem óbvias, mas que merecem reforço:

1-Líder que é LÍDER precisa dar resultados.Equipe motivada,feliz,engajada,é condição necessária, mas não suficiente.Todo mundo satisfeito,mas “resultados pífios” , isso não denota a existência no “comando” de um verdadeiro LÍDER. Com boa vontade ,poderíamos dizer que se trata de alguém com predicados de gestor de pessoas, possivelmente com boa “inteligência emocional” , em particular com habilidades no relacionamento interpessoal. Para obtenção de resultados,precisa ter também competências administrativas (planejamento, organização,direção e controle).

2-Esse conceito vale para todos os níveis em que um LÍDER atua: liderança de primeiro nível (liderança de equipe encarregada de um projeto ou serviço) até liderança de uma diretoria,divisão ou da própria empresa. O que varia é o nível de complexidade das funções administrativas.

DIMENSÃO EDUCADORA

Aqui sim a  estrita”gestão de pessoas” é fundamental,partindo-se do princípio pelo qual equipes motivadas, “educadas”/desenvolvidas/treinadas, engajadas,felizes,sintonizadas a propósitos e significados do trabalho se tornam produtivas e alcançam resultados expressivos e constantes.

O LÍDER, também em qualquer nível na estrutura, tem que ter a capacidade de influenciar as pessoas,tendo “seguidores” que o “admiram”, respeitam e o seguem porque acreditam nele e o têm como “exemplo”. São os liderados (diferentemente de “chefe”) que lhe atribuem “poder”. O “chefe” é formalmente “empoderado”,sem necessariamente ser “admirado”. Trata-se de um cargo na estrutura que tem seguidores (subordinados/chefiados) pela “força” de sua posição hierárquica.

Observação 1: LÍDER e chefe, ambos podem obter resultados.A diferença está no “custo” com que se alcançam esses resultados. No limite,exemplificando:um chefe “tirano” à base de “chicotadas” pode fazer a equipe erguer uma “pirâmide”.A que custo?

Observação 2: O LÍDER Educador tem que possuir na essência a competência de “educar” pela qual afeta os liderados,estimulando-os a se desenvolverem no trabalho e a se integrarem plenamente a propósitos, valores que possam lhes fazer sentido. Subordinados a esse conceito,estão: desenvolvimento de potencialidades,estímulos ao crescimento pessoal e profissional e aprendizado constante.

DIMENSÃO TRANSFORMADORA

Ainda ficaria incompleto o LÍDER 3D (tridimensional),se este não desenvolver a “dimensão TRANSFORMADORA” ,pela qual, além de produzir com sua equipe resultados para a organização e para as pessoas lideradas,ele “ajuda” a TRANSFORMAR “ambientes” internos e externos.

Ajudar a TRANSFORMAR “ambientes” significa,em síntese, influir (com sua equipe)para mudanças na “cultura organizacional”, visando a aperfeiçoá-la, e também no ambiente externo à empresa, contribuindo para que ela interaja positivamente com o seu entorno,com as comunidades em que atua, com entidades de classe,com a sociedade como um todo,desenvolvendo o conceito de “responsabilidade social” da empresa ou “cidadania corporativa”.

CONCLUINDO

Um LÍDER -reforçando – deve “equilibrar-se” nessas 3 dimensões, sem privilegiar nenhuma em detrimento de outra. Imaginem uma organização com “LÍDERES 3D” distribuídos em todas suas “áreas” e níveis: estruturalmente moderna ,certamente uma organização de sucesso,mais produtiva, mais inovadora,à frente liderando o seu mercado,querida por jovens talentos e reconhecida entre as melhores para se trabalhar.Além de cumprir as mais nobres funções sociais de uma empresa.

 

Download PDF

Milton Pereira

Há mais de 30 anos como executivo de grandes empresas, hoje atua como Consultor em Liderança, Comunicação e Educação Corporativa.

2 comentários

  1. Vejo no seu texto aula como é difícil administrar pessoas, a complexidade do assunto, da sensibilidade que deve ter o líder e o pulso forte. Não é mole não.

Deixe seu comentário